SÍNDROME DA BEXIGA HIPERATIVA!

A síndrome da bexiga hiperativa é caracterizada pela urgência miccional com ou sem incontinência urinária, polaciúria (micção anormalmente frequente) e noctúria (necessidade frequente de urinar à noite), na falta de outras patologias locais. 

O que é a Síndrome da Bexiga Hiperativa?

A síndrome da bexiga hiperativa é uma doença com maior prevalência em idosos, podendo afetar também indivíduos de todas as idades. Alguns de seus sintomas podem ser:

  • Vontade repentina e urgente de urinar;
  • Dificuldade para segurar a urina;
  • Levantar mais de 1 vez durante a noite para urinar;
  • Desconforto ou dor na bexiga após urinar.

Entre as pessoas do sexo masculino, a bexiga hiperativa pode acontecer em decorrência da sobrecarga da bexiga ocasionada pela obstrução prostática. Já em crianças, a síndrome pode provocar enurese noturna (perda de urina durante o sono), associando o aparecimento de refluxo vesicoureteral e infecções urinárias frequentes.

A síndrome da bexiga hiperativa acarreta em um impacto negativo na qualidade de vida de seus portadores, sendo responsável pelo aparecimento de adversidades de ordem social, psicológica, emocional, física e sexual. 

Existe tratamento?

Sim! Existe uma cura para a bexiga hiperativa. Contudo, todos os tratamentos precisam ser sugeridos e acompanhados pelo médico urologista, pois, contar com um especialista é fundamental para a saúde e segurança do paciente.

O primeiro passo ocorre através do diagnóstico feito por um urologista. É realizada a coleta de informações clínicas, podendo precisar de exames adicionais que sirvam para orientar o tratamento, como:

  • Ultrassonografia;
  • Uretrocistografia;
  • Estudo urodinâmico.

A primeira abordagem no tratamento é a alteração comportamental com micções programadas de horário (a cada 2 horas) e o controle da ingestão de líquidos.

Deve-se evitar bebidas como:

  • Café;
  • Chás;
  • Refrigerantes;
  • Achocolatados;
  • Produtos com aspartame;
  • Sucos cítricos;
  • Álcool.

Além de alimentos à noite que retêm líquidos, como melancia e melão. Também é recomendada a interrupção da ingestão hídrica 3 horas antes de dormir.

O principal tratamento é baseado na medicação. Quando há falha no tratamento medicamentoso (pode ocorrer em até 30% dos pacientes), uma terapia alternativa é a injeção de toxina botulínica na bexiga.

Sob anestesia, a substância é aplicada em 30 pontos da bexiga. Sua durabilidade é de 6 a 9 meses. Após esse período, é necessária a reaplicação. Porém, quando nenhum desses tratamentos funciona, pode-se fazer a implantação de um marcapasso da bexiga.

Share on facebook
Facebook

Veja mais

Nós fornecemos diagnóstico e tratamento especializado para doenças do trato urinário, incluindo cânceres, disfunção sexual masculina, incontinência urinária, dor pélvica, doença de pedra urinária, infertilidade masculina e doença da próstata. Também realizamos reconstrução do trato urinário. Imagem da próstata e biópsia, criocirurgia e implantação de sementes radioativas para câncer localizado.

Horário

Contato

SEPS Q 709/909 BL B Sala 413 – Asa Sul, Brasília – DF, 70390-095

contato@renovareurologia.com.br

(61) 3297-7561