Impotência Sexual


Também denominada de disfunção erétil, a impotência sexual não representa um problema de saúde que acarrete riscos à vida, mas suas consequências são indesejáveis a qualquer indivíduo em virtude da influencia que pode ocasionar sob os relacionamentos, a autoestima e, em alguns casos, levar à depressão. 

A Renovare, localizada na SEPS Q 709/909, dispõe de especialistas altamente preparados para esclarecer todas as dúvidas que você possa ter quando o assunto for impotência sexual.

O que é impotência sexual?

A impotência sexual ou disfunção erétil é uma dificuldade/incapacidade que o homem tem para iniciar e/ou sustentar a ereção para desfrutar de um contato sexual satisfatório. Caso esse problema se apresente em pelo menos 50% das tentativas de se ter um contato íntimo, a melhor alternativa é agendar uma consulta com um urologista.

Em alguns casos, o homem pode ter uma ereção, mas esta não é rígida o suficiente para que se aconteça a penetração e, por conseguinte, a relação sexual.

É de suma importância não confundir falta de interesse sexual, dificuldade de ejaculação e complicações para se atingir um orgasmo com impotência sexual. Além disso, é completamente normal que o homem tenha dificuldades esporádicas e transitórias para conseguir ter uma ereção satisfatória.

Qual universo de homens é mais atingido pela impotência sexual?

Embora a impotência sexual afete, na maior parte dos casos, homens que se encontram entre a faixa etária dos 50 e 80 anos, é possível que homens com diabetes mellitus, pressão alta (HAS), alterações hormonais possam apresentar-se com alteração no desempenho sexual.

Como ocorre uma ereção?

O órgão reprodutor masculino é administrado pela interação de 04 sistemas presentes no corpo humano: neurológico, hormonal, vascular e psicológico. Caso algum distúrbio venha acometer um destes sistemas, o homem pode vir a apresentar problemas de ereção do pênis.

A ereção do pênis vai acontecer quando, durante a excitação sexual, impulsos nervosos fazem com que a musculatura do pênis relaxe e, como consequência, os corpos cavernosos, localizados paralelamente ao pênis, fiquem repletos de sangue. Em vista disso, os corpos cavernosos aumentam o tamanho do pênis do homem ao mesmo tempo em que causam um enrijecimento deste órgão. O pênis vai se encher de sangue de tal modo que as suas veias fiquem comprimidas e, assim, façam com que o sangue seja impedido de retornar para o restante do corpo.  O corpo cavernoso fica cheio de sangue, mantendo o pênis ereto, até que o estímulo sexual termine. Após a ejaculação ou quando o estímulo para a ereção finda, o corpo cavernoso se esvazia e o pênis retorna para seu tamanho e forma originais, flácido.

Principais Causas

Algumas das causas mais comuns que podem levar a problemas de impotência sexual incluem:

·      Uso de drogas que podem ocasionar alterações psicológicas;

·      Alcoolismo e Tabagismo dificultam a circulação do sangue;

·      Uso prolongado de medicamentos como de pressão alta, antidepressivos, antipsicóticos, anti-hipertensivos e afins podem ter um efeito colateral em longo prazo;

·      Problemas Hormonais (diabetes, hipotireoidismo) podem afetar todo o metabolismo e funcionamento do corpo;

·      Problemas Psicológicos como a depressão, transtorno de ansiedade, traumas, entre outros causam, muitas vezes, sentimentos negativos que podem atrapalhar no momento do contato sexual;

·      Excesso de Peso ou Obesidade pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares ou dificultar a circulação do sangue;

·      Doenças Neurológicas (mal de Alzheimer, Parkinson) podem dificultar a comunicação do cérebro com o aparelho reprodutor masculino;

Diagnóstico

O diagnóstico é eminentemente clínico. O médico urologista vai fazer uma investigação minuciosa com relação ao histórico clínico do paciente procurando alguma doença, medicamentos ou alteração que possa causar ou contribuir para com a impotência sexual. Apesar disso, é provável que o urologista requisite certos exames e testes laboratoriais que possam auxiliar na investigação.

Tratamentos

Existem diferentes formas de tratamento para a impotência sexual, pois, conforme dito anteriormente, inúmeros fatores internos e externos ao paciente podem influenciar na opção de tratamento recomendada pelo médico urologista. Dentre estas opções estão:

·      Uso de Remédios como inibidores da 5 alfa reductase (sildenafil, tadalafila, entre outros);

·      Terapia de Reposição com Hormônio, estes podem vir em cápsulas, adesivos ou injeções e auxiliam no aumento do nível de testosterona;

·      Cirurgia de Implantação de Próteses Penianas.

É recomendado ao paciente que, além dos tratamentos referidos, procure o auxilio de um psicólogo ou psiquiatra. É vital para o progresso do tratamento, que o homem esteja de bem consigo mesmo, independente da impotência sexual, pois, medo, insegurança, ansiedade, estresse, depressão e sentimentos afins podem prejudicar qualquer progresso que esteja tendo.

 

Caso alguma dúvida não tenha sido esclarecido ligue agora e agenda a sua consulta. Aqui na Renovare, nós cuidamos de você.